Blend Seventy treni di betonaggio

TREM DE CONCRETAGEM

PLANTAS MÓVEIS DE CONCRETO NA FERROVIÁRIA

As plantas móveis para a produção de concreto Blend, podem ser montadas em vagões através da configuração de um trem dosador de concreto, para a construção e manutenção ferroviária de redes comuns e de alta velocidade. A instalação na superestrutura ferroviária realiza-se de forma simples utilizando uma estrutura autoportante, que permite a máxima autonomia do sistema independentemente do meio de transporte. As plantas móveis Blend são flexíveis e compactos para adaptar-se às necessidades de trabalho do setor ferroviário.

Baixe a brochure
Blend Seventy Railway graphic
Leia o artigo
  • Produção direta no site: a dosagem do material não exige parada da máquina.

  • Operação simples e intuitiva, gerenciado por uma única operadora.

  • Independentes das plantas tradicionais.

  • Produção de concreto, cimentado misto, areia, morteiros, asfalto frio e concreto reciclado.

E015 E025 E050 SEVENTY
Agregados 3.5 m3 5 m3 10 m3 12 m3
Cimento 1.1 m3 2.3 m3 3.2 m3 3.2 m3
Agua 550 lt 1.500 /3.000 lt (opt.) 2.000/4.000 (opt.) 2.000/4.000 (opt.)
Aditivos 3×42 lt (opt.) 3×42 lt (opt.) 3×42 lt (opt.) 3×42 lt (opt.)
Velocidade ≤35 m3/h ≤50 m3/h ≤50 m3/h ≤50 m3/h
Potência 25 Kw 37 Kw 37 Kw 37 Kw
Peso vazio 1750 Kg 2.800 Kg 3.100 Kg 3.300 Kg
Dimensões 3.640 x 1.450 x 2.000 mm 4.600 x 1.930 x 2.250 mm 5.900 x 2.300 x 2.250 mm 6.400 x 2.450 x 2.250 mm

PARA TRABALHOS EM TRILHO E EM TÚNEIS

Blend Railway
Blend Seventy Railworks tunnel 3
Blend Railway solutions
Blend Railworks
Blend Plants treni di betonaggio

BLEND PARA LONDON UNDERGROUND

Em 2013, a Blend Plants aceitou o pedido de participação na construção de uma planta customizada para London Underground. O projeto, iniciado em 2016, envolveu a reforma do fundo ferroviário de uma linha do metrô de Londres, entre Baker Street e Finchley Road, substituindo o ballast com slab track de concreto. O trem, apelidado de “Luigi”, foi montado em um único vagão ferroviário movido a bateria e funcionou continuamente, produzindo entre 8 m3 e 15 m3 de concreto. As obras ocorreram à noite para garantir o bom funcionamento do metrô.

Leia o artigo